sexta-feira, outubro 22, 2010

Jericoacara espera por voçê, (Caiçara )

Praias: Jericoacoara e Gijoca
 
De águas claras e temperatura amena,
o mar de Jeri é um dos mais atraentes do Ceará
 
Com dunas móveis gigantes de até 30 metros de altura, que se tornam douradas no pôr-do-sol, mar calmo de águas transparentes, lagoas maravilhosas e pedras esculturais, Jericoacoara é considerada a maior estrela do Ceará. Localizada a 300 quilômetros a oeste de Fortaleza, Jeri, como é carinhosamente chamada pelos locais, ficou conhecida em 1987, quando o jornal americano Washington Post publicou uma reportagem especial sobre praias, colocando-a entre as 10 mais bonitas do mundo.
Desde então o lugar passou a atrair turistas do mundo inteiro. Já foi tema de diversos programas de televisão e se tornou uma APA (área de proteção ambiental). Não há por lei estradas de acesso para Jeri e a vila só pode ser atingida por veículos 4x4. Os cerca de 200 quilômetros quadrados da área de proteção são fiscalizados pelo Ibama. Até 1998, a energia elétrica era proveniente de geradores. Hoje Jeri conta com uma rede elétrica subterrânea, sem postes de iluminação, que fornece energia apenas para as casas. A intenção é preservar a iluminação natural oferecida pela lua e as estrelas.
Além de muita paz, o visitante encontra em Jeri um grande número de opções de lazer, de tranqüilas caminhadas e passeios a cavalo a esportes como sandboard e o windsurfe. Para quem deseja fazer um trekking pelas dunas gigantes, vale lembrar que subir e descer os paredões de areia requer um bom preparo físico. Uma boa dica de passeio a pé, para quem se sente apto a caminhar 10 quilômetros sobre a areia fofa, é o que leva à lagoa da Gijoca. As vistas são maravilhosas e a caminhada culmina na Lagoa do Paraíso, um dos lugares mais bonitos do mundo.
Com 30 quilômetros de perímetro, rodeada de areia branca e fina, esta lagoa oferece água doce cristalina, em tons que variam do azul-celeste ao verde-esmeralda. É uma paisagem indescritível, que também pode ser atingida em veículos 4x4 ou ônibus jardineira, o chamado pau-de-arara, que sai da vila de Jeri. Outro passeio muito gostoso, e bem mais "light" do que a caminhada a Gijoca, é o da Pedra Furada. Quando a maré está baixa, geralmente até o início da tarde, a pessoa pode seguir pela praia principal de Jeri em direção à parte leste.
É uma caminhada muito agradável, de uns 30 minutos, que passa por pedras dos mais variados formatos e chega a um belíssimo rochedo com um grande buraco no meio, por onde as ondas atravessam. Caso a maré esteja alta e o caminho pela praia não seja possível, o lugar também pode ser atingido pela travessia de uma pequena serra localizada ao lado da vila, onde está o farol de Jericoacoara. Segundo os pescadores, esta serra, vista do alto mar, tem o formato de um jacaré deitado. Como dizem os locais, parece um jacaré "quarando" (tomando sol). O lugar então se chamaria Jacarequara, nome que com o passar do tempo tomou a forma atual.
Durante a noite não é difícil encontrar o lugar do agito. As opções são poucas e geralmente as pessoas se concentram em um mesmo lugar. A principal atração é o forró, localizado na Rua do Forró. Funciona quase todos os dias, não custa nada para entrar e reúne nativos e turistas, brasileiros e estrangeiros. Por volta das 3 horas da manhã, quando o forró começa a esvaziar, o ponto de encontro acontece na Padaria Santo Antônio, próxima ao centrinho, que vende deliciosos pães com banana, coco ou queijo, a módicos R$ 0,25. Como Jeri não possui banco ou caixa-eletrônico, é recomendável que o turista esteja prevenido com cheque e dinheiro.

Nenhum comentário: