sexta-feira, outubro 15, 2010

PAROQUIA CAIÇARA dia importante..

PAROQUIA DE SANTA LUZIA CRIA ÁREA PASTORAL DO DISTRITO DE CAIÇARA

Dia 09 de agosto de 2009, com a presença de autoridades eclesiásticas, a Paróquia de Santa Luzia de Jijoca de Jericoacoara, pertencente à Diocese de Sobral, criou a Área Pastoral do Distrito de Caiçara e deu posse ao Padre. Mailson Costa Sousa, natural de Sobral/CE, nascido aos 15 dias do mês de agosto de 1978. A solenidade religiosa iniciou às 11 horas, na Igreja de São Francisco, na Vila de Caiçara. Estiveram presentes Dom Antonio Fernando Saburido OSB, Monsenhor Manoel Valdery da Rocha, Paróquia de São Francisco de Cruz; Monsenhor Edson Magalhães, Vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Acaraú; Pe. Raimundo, pároco da Sé de Sobral; Pe. Francico Lindomar Filomeno de Oliveira, Paróquia de Santa Luzia de Jijoca de Jericoacoara; Pe. Maurílio, Paróquia de São João Batista de Aranaú e Pe. Mailson Costa Sousa que foi empossado administrador da Área Pastoral do Distrito de Caiçara, Paróquia de Santa Luzia de Jijoca de Jericoacoara e as Reparadoras do Coração de Jesus: Ir. Carminda Amélia de Jesus e Ir. Josiane. Também estiveram presente caravanas das comunidades que integram a Nova Área Pastoral. A Banda de Música Mons. Valdery abrilhantou a festa sob a regência do Maestro Marciel Sobrinho. Quem também participou da solenidade foram os familiares de Pe. Mailson. Seu pai José Maria, em meio a tanta emoção, não se conteve o chorou muito durante o ato solene. Muitas faixas apresentavam frases de saudação e Boas Vindas ao Pe. Mailson, Dom. Fernando, Mons. Valdey e Mons. Edson. Quem não pode está presente acompanhou a Santa Missa pelo rádio com a retransmissão feita pela internet.
Saudaram o Pe. Mailsom O Prefeito de Cruz, Jonas Muniz, o Ministro da Palavra Benedito Edson e o Vereador Raimundão.
Pe. Mailson será Vigário Paroquial da Área Pastoral do Distrito de Caiçara, mas estará sempre ligado à Paróquia de Jijoca de Jericoacoara. O Exercício de seu ofício, segundo as leis da Igreja, será conjuntamente responsável pelo zelo da Paróquia de Santa Luzia, junto com o seu pároco Pe. Lindomar ajudando-o nos trabalhos pastorais e missionários, disse a Ir. Carminda.
Histórico
A Igreja de São Francisco, da Vila de Caiçara, foi construída em 1880. A primeira reforma aconteceu em 1914 e a segunda reforma e ampliação foram realizadas em 1994, quando a igreja recebeu piso de cerâmica e teve a frete mudado para o lado do Nascente. Este trabalho foi realizado na administração do Pároco Raimundo Ribeiro e contou com uma ajuda monetária da Igreja da Alemanha. O sino de 60 kg foi doado por Mons. Sabino em 1947. Inicialmente, a Capela de São Francisco, pertenceu à Paróquia de Acaraú e era assistida pelo Mons. Sabino. Em 1958, com a Ereção da Paróquia de Cruz, passou a pertencer à Nova Paróquia, sendo assistida por Mon. Senhor Edson Magalhães e, posteriormente, por Cônego Manoel Valdery da Rocha que permaneceu até a criação da Paróquia de Santa Luzia, em Jijoca de Jericoacoara, em 1987, quando Caiçara passou a integrar a nova paróquia que teve como primeiro administrador, Padre Edmilson, seguido por Padre Raimundo, Padre. Antonio Eudes e, atualmente, Padre Francisco Lindomar Filomeno de Oliveira. A comunidade recebeu energia elétrica em 1988.
Na década de cinqüenta, do Século próximo passado, Caiçara fez uma grande mobilização com o objetivo da criação de sua Paróquia, mas, por questão de conveniência acabou sendo instalada no então Distrito de São Francisco da Cruz, atual cidade de Cruz.
Em 19 de novembro de 1939, foi inaugurado um Cruzeiro pelo Padre Pedro que pregava as Santas Missões.
A Capela de Caiçara tem como Ministro da Palavra o Professor Benedito Edson Pinto.
Quando O Pe. Lindomar assumiu a Paróquia de Santa Luzia e conheceu a estrutura física, a tradição religiosa e a determinação do povo Católico do Distrito de Caiçara, passou a incentivar à comunidade religiosa no sentido de criar uma Área Pastoral. Levou a proposta ao então Bispo de Sobral, Dom Antonio Fernando Saborido, que acolheu, com muito entusiasmo, a sugestão. A comunidade passou a contar com importante apoio do Monsenhor Edsom Magahães e do Vigário Geral da Diocese Monsenhor Manoel Valdery da Rocha, que também foram importantes incentivadores e colaboradores para a instalação da Área Pastoral. Mons. Edson e Padre Filomeno de Oliveira fizeram reunião com os representantes das comunidades religiosas para debaterem o assunto. A Nova Área Pastoral compreende as Comunidades de Formosa (Santa Rita de Cácia), Praia do Preá (São José e São Pedro), Cavalo Bravo (São Paulo), Vila de Caiçara (São Francisco), Sambaíba (Nossa Senhora das Graças), Córrego dos Anas ( ), Paraguai (Nossa Senhora do Perpétuo Socorro) e Solidão (São Pedro).
Além da Igreja sede de 129 anos, na Vila de Caiçara, a Área Pastoral conta com o Centro Pastoral Leopoldina Magalhães de Sousa, um refeitório completo, casa paroquial e nove templos religiosos: São Paulo, em Cavalo Bravo, sendo Ministra da Palavra Alzira Nunes Brandão de Sousa; São José e São Pedro, em Preá, MP Manoel Ferreira de Vaconcelos; São Francisco, na Vila de Caiçara, PM Benedito Edson Magalhães; Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Paraguai, MP Antonio Barbosa de Sousa; Nossa Senhora das Graças, em Sambaíba, MP José Carlos Oliveira; Santa Rita de Cácia, em Formosa, MP Dulcivane Brandão do Nascimento e São Pedro, em Solidão, MP Antonio Milton.
A Comunidade de Caiçara sempre cultuou uma religiosidade muito forte. A fé de seu povo justifica porque Caiçara celebra a Festa de São Francisco como sendo uma das maiores festa religiosa da região, quando recebe devotos das mais longínquas cidades. Seus filhos ausentes sempre aproveitam a ocasião dos festejos para visitarem a sua terra natal, amigos e familiares. Este costume já virou tradição. Chegam ônibus de todas as localidades trazendo os devotos de São Francisco.
Igreja Sâo Francisco(PAROQUIA)

Pr. Mailson( iluminado )
A Tradicional Festa da Vila de Caiçara é celebrada no mês de setembro, iniciando nos quinze dias que antecedem a Festa de São Francisco em Cruz.

Nenhum comentário: