quarta-feira, dezembro 22, 2010

Morte em Jijoca

Três pessoas são executadas em Jijoca de Jericoacoara


O crime ocorreu nas proximidades da Lagoa do Paraíso
Três pessoas foram executadas em Jijoca de Jericoacoara, na noite deste domingo, 19. De acordo com a Polícia, o crime ocorreu nas proximidades da Lagoa do Paraíso. Dois homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram disparos de pistola contra quatro pessoas que estavam em um buggy.

Entre as vítimas, estão dois homens que haviam pedido carona ao condutor do buggy. Morreram Bismarque Vasconcelos Albuquerque, 43, motorista, e José Eudério Pereira, 55, autônomo. A terceira vítima ainda não foi identificada.

O caso deverá ser investigado pela Delegacia Regional de Acaraú.

TRIPLO ASSASSINATO EM JIJOCA DE JERICOACOARA

A Polícia está diante de mais um mistério. Três homens foram fuzilados quando trafegavam em um buggy, ontem à noite

Um triplo assassinato foi registrado na noite de ontem no Município de Jijoca de Jericoacoara, no Litoral Oeste do Ceará (a 284Km de Fortaleza). Segundo apurou a Polícia, as três vítimas foram atingidas por vários tiros de pistola. Até o fechamento desta edição as autoridades haviam identificado somente dois dos três mortos.

Era por volta de 21 horas quando dois homens, em uma motocicleta, passaram a atirar contra quatro pessoas que estavam em um buggy nas proximidades da Lagoa do Paraíso, a cerca de dois quilômetros da sede municipal e loca bastante visitado por turistas.

Morte

No Buggy estava um homem negro, que media cerca de 1,75 metro de altura. Ele não era conhecido em Jijoca e, segundo a Polícia, seria o verdadeiro ´alvo´ dos assassinos. Quando os criminosos começaram a atirar, o homem desconhecido foi logo atingido. Pulou do buggy, mas morreu imediatamente.

Também foram baleados e mortos outros dois homens que haviam pedido carona. Eram nativos de Jijoca, sendo identificados como Bismarques Vasconcelos Albuquerque, 43, motorista; e José Eudério Pereira, 55, autônomo, conhecido como ´Zé Benedito´. O dono e guiador do Buggy, identificado somente como ´Neguinho do Osmar.

O guiador conseguiu dirigir o buggy até a cidade e deixou o carro na frente do Hospital Municipal de Jijoca com os dois cadáveres no seu interior. Um dos mortos estava no banco de carona e o segundo no assento traseiro. Logo, uma aglomeração formou-se na porta da unidade saúde.

Segundo o cabo PM Geofredo, do destacamento da Polícia Militar da vizinha cidade de Cruz, não há, ainda, pistas que possam levar à identidade dos dois assassinos nem qual a rota de fuga que eles tomaram.

Drogas

Diante da forma como o crime foi praticado e pela não identificação do homem que não era conhecido naquela comunidade, a Polícia logo levantou a hipótese de ter sido praticada uma pistolagem a mando do tráfico de drogas. O desconhecido teria ido passar o fim de semana em Jijoca, mas foi seguido e acabou morto.

Conforme o relato de testemunhas à Polícia, minutos antes de ser assassinado, o desconhecido havia estado em um restaurante na Lagoa do Paraíso e comido uma galinha caipira, prato tradicional servido naquele estabelecimento comercial.

Os dois homens que também morreram eram trabalhadores e pediram carona ao homem conhecido como ´Neguinho do Osmar´. No trajeto entre a Lagoa e a cidade, eles foram surpreendidos pelos matadores.

O caso deverá ser investigado pela Delegacia Regional de Acaraú, que poderá ter o auxílio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Nenhum comentário: