domingo, dezembro 26, 2010

Turismo (caicara-cruz-ce)

Turismo prevê a aplicação de R$ 420 mi
Formatação
Imprimir Enviar Aumentar Diminuir Compartilhamento
delicous digg Google Reader Facebook MySpace Twitter Foto da matéria
Para o secretário de Turismo, a atual gestão desenhou um cenário que permitirá o desenvolvimento do Ceará


Neste ano, entregamos a nova Emcetur, o Seminário da Prainha, o Museu Sacro de Aquiraz, a estrada Granja-Viçosa, e a iluminação de seis praias cearenses. Em 2010, as obras de infraestrutura turística em andamento no Estado, dentre elas o alargamento da CE-040, consumiram R$ 308 milhões. Para o ano que vem, há a previsão de serem aplicados em torno de R$ 420 milhões em equipamentos como o Acquario, o Centro de Eventos, os aeroportos regionais, estradas e outras obras.

Em 2011, entregaremos o Centro de Eventos do Ceará e os túneis de acesso, o alargamento da CE-040 até Beberibe e o Aeroporto de Aracati. A sinalização turística da Serra da Ibiapaba, o Palácio da Abolição, a estrada Amontada-Icaraí e a estrada Cumbuco-Lagoa do Cauípe também serão concluídas no ano que vem. Deverá estar pronto ainda toda a infraestrutura do Aquiraz Riviera, o saneamento do Cumbuco e o Centro de Convenções do Cariri, que está em fase final, faltando apenas a aquisição de equipamentos.

No cronograma para o ano que chega também está o início do alargamento da CE-040 no trecho que liga Beberibe a Aracati e a duplicação de Fortaleza até Paracuru. A primeira obra deve consumir R$ 73 milhões, e a segunda, cerca de R$ 80 milhões. Em promoção e marketing do Ceará, queremos investir em torno de R$ 35 milhões.

Hoje existem 10.880 pessoas sendo treinadas pelo Governo do Estado no setor turístico. Destes, 7.500 são profissionais e outros 3.330 empresários. Esse ano vamos falar em resultados.

Sem baixa estação

Todos os meses, em termos de fluxo, foram maiores do que o ano passado. Fortaleza não teve baixa estação em 2010. O nível de renda do turista e a qualidade dos que chegaram aqui também evoluiu.

Estamos criando uma macro estrutura que efetivamente entrou nos trilhos. Em 2009, ainda havia perspectivas de muita coisa começar. No ano de 2010 foi a confirmação de que todo o planejamento feito começou a se realizar. Desenhamos um cenário que permitirá um upgrade, no qual o Ceará se desenvolverá nos próximos 30 anos.

Agora vamos nos preocupar com a microestrutura de praias como Fortim e Morro Branco. A meta é chegarmos em 2012 com os últimos equipamentos terminados, como o aeroporto de Jeri e o Acquario, que já teve sua Ordem de Serviço dada e passa por limpeza no terreno.

Nenhum comentário: