quinta-feira, janeiro 27, 2011

Quadrilha capturada em Cruz ( Façanha )

Quadrilha capturada em Cruz

PLANEJAVAM VINGANÇA


Os delegados Thales Cavalcante, Jairo Pequeno e Rodrigues Júnior concederam entrevista para explicar como a Polícia chegou aos acusados de planejar uma chacina na cidade de Cruz

Seis homens suspeitos de tráfico de drogas e homicídios foram presos no último sábado (22) na cidade de Cruz (246Km de Fortaleza) em uma operação conjunta das polícias Civil e Militar. O bando é acusado de ter ido àquela cidade com o objetivo de executar outro traficante, conhecido como ´Façanha´, que teria participação no triplo homicídio ocorrido em 19 de novembro, em Jericoacoara.

De acordo com os delegados Jairo Pequeno, diretor de Polícia Especializada (DPE); Thales Cavalcante, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI); e Rodrigues Júnior, diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP); uma denúncia chegou à Delegacia de Acaraú informando que o bando estava na região para executar uma pessoa. Em perseguição, a Polícia alcançou os veículos utilizados pelo bando e efetuou a prisão de seis homens.

Os presos

"Eles foram até a casa de um integrante do grupo do tal ´Façanha´, conhecido como ´Lino´, para que este dissesse onde o outro estava. Mas não encontraram ninguém", contou o delegado Jairo Pequeno.

Na operação, foram presos os cearenses Raimundo Michel Gomes da Silva, 21; Pedro Santos Gomes da Silva, 20; Renato Rodrigues da Silva, 22; Edmilson Moreira de Sousa, 20; Vandenberg Silva dos Santos, 19; e o carioca Léo Gomes de Sousa, 27. Vandenberg, conhecido também pelo apelido de ´Feto´, além de tráfico de drogas, é acusado de ter praticado de um triplo homicídio ocorrido no Conjunto São Miguel, em Messejana, no ano passado.

Segundo o delegado Thales Cavalcante, dois dos presos (Michel e Pedro) seriam irmãos de Francisco Carlos Gomes da Silva, o ´Kiko´, que é um dos mortos no duplo homicídio ocorrido em 19 de novembro passado, em Jijoca de Jericoacoara.

"Eles confessaram que iam em busca de vingar a morte do irmão. E mais, tudo isso tem a ver com tráfico de drogas", ressaltou Jairo Pequeno. Em poder dos seis homens foram apreendidas sete armas de fogo, sendo cinco revólveres calibre 38 e duas pistolas, além de munição e dois veículos, uma Hilux prata (placa NNQ 3258, do Rio Grande do Norte) e uma L-200 verde (placa NHZ 8319, do Ceará).

As investigações sobre o triplo homicídio de Jericoacoara, que também tem ligação com o tráfico de drogas, segue na regional de Acaraú, segundo os delegados, mas ainda não foi efetuada nenhuma prisão, apesar de os executores terem sido identificados pela Polícia.

Nenhum comentário: