segunda-feira, janeiro 30, 2012

17 paredões de som são apreendidos em Fortaleza



Clique para Ampliar
FOTO: MARÍLIA CAMELO
Duas equipes da Semam ficaram na Praia de Iracema, retirando nove aparelhos do local
Equipes da Semam e PM fiscalizaram os desfiles dos blocos, mas as ações ficaram concentradas na Praia de Iracema
Diferentemente dos dois primeiros fins de semana do Pré-Carnaval de Fortaleza, quando a falta de efetivo da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam) impediu uma maior fiscalização e apreensão de paredões de som, no último sábado (28), foram pegos 17 desses aparelhos, enquanto no último dia 21, foram cinco.

O coordenador da fiscalização da Semam, responsável pelo último sábado, Jeremias Queiroz, informou que a apreensão desse quantitativo só foi possível graças à parceria com o Comando de Policiamento do Meio Ambiente (CPMA), Ronda do Quarteirão e Guarda Municipal. Ao todo, foram postas em campo três equipes da Semam, todas acompanhadas de policiais.

Duas dessas equipes ficaram somente na Praia de Iracema, de onde foram retirados nove paredões de som. Já a outra ficou volante, e fez a apreensão dos outros oito aparelhos, distribuídos pelos bairros Monte Castelo, Lago Jacarey, Papicu, Jardim America e Avenida Washington Soares. "A equipe volante agia conforme às denúncias chegavam à central", explica Queiroz.

Policiamento
Na Praia de Iracema, o Pré-Carnaval teve segurança da PM e fiscalização da Semam. Duzentos policiais estiveram lá. No entanto, nos outros polos da festa, como Benfica e Centro, não era possível ver a ação de nenhum dos órgãos.

Na Rua Marechal Deodoro, onde se apresenta o "Cachorra Magra", o fundador do bloco, Fernando César de Araújo Carvalho, 54 anos, disse que a segurança por parte da PM poderia ser mais constante. No local, no último sábado, havia quatro guardas municipais, mas, até o fim da apresentação, às 21h, nenhum PM foi visto.

"Não que tenhamos muitos problemas por aqui, mas furtos acontecem, e eles poderiam ser evitados caso tivéssemos pelo menos uma dupla (de PMs) por aqui", lamenta Carvalho.

Quanto a esse furo na fiscalização, Jeremias Queiroz ressaltou que, para o próximo fim de semana, a Semam irá aumentar a quantidade equipes pela Capital. "Hoje, teremos uma reunião com o secretários e iremos reformular esses quantitativos, pois ficou acertado que a equipe iria crescer justamente para coibir essa prática", disse o coordenador de fiscalização da Semam.

Até o fechamento desta edição, a reportagem tentou contato com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), para saber como foi a distribuição do efetivo policial para os outros bairros e a quantidade ocorrências no fim de semana dos desfiles. No entanto, os telefonemas não foram atendidos.

Trânsito
Na Praia de Iracema, devido ao baixo efetivo de agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania de Fortaleza (AMC), que fazem uma paralisação, o trânsito foi organizado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), que disponibilizou 30 homens a pé, seis motos e uma viatura.

Porém, o estacionamento inadequado em calçadas estava em toda Praia de Iracema A cena se repetia em outros polos, onde não foram vistos nenhum policial rodoviário estadual.

A frota de ônibus foi considerada pequena pelos foliões. "Temos que esperar pelo menos uma hora", reclamou o recepcionista Diego Rayol, 23.

Nenhum comentário: