quinta-feira, agosto 30, 2012

O TRANSITO NO CENTRO COMERCIAL DE CRUZ



Cruz. Uma cidade prospera e hospitaleira, mas não oferece boas condições para que os visitantes sintam-se a vontade para circular pelo centro comercial. Ruas estreitas, calçadas irregulares, transito desordenado e carros estacionados no meio da rua são algumas das muitas dificuldades que são enfrentadas no dia a dia por quem circula por estes espaços públicos. Andar pelas calçadas do centro comercial de Cruz não é tão fácil como se poderia imaginar. As calçadas são estreitas, cheias de batentes, com muitas rampas e degraus, todos de forma muito irregular. Se já é difícil caminhar por estas vias publicas, principalmente quando se trata de crianças e idosos ou pessoas com deficiência, somam-se a estes problemas as mercadorias que são colocadas nas calçadas das lojas que impedem o transito e obriga aos pedestres a transitar pelo meio das ruas disputando espaços com carros, motos, carroças e bicicletas que trafegam de forma desorganizada e confusa, pois não se sabe qual é o verdadeiro sentido de circulação com veículos estacionados na mão e contramão ou parado no meio da rua.
clip_image002
Ao serem abordados, os motoristas se defendem dizendo que é por pouco tempo, estão apenas esperando um passageiro, recebendo mercadoria ou conversando com alguém. É rapidinho, sim, mas atrapalha o transito que já complicado. As motos são amontoadas junto ao meio fio ou ao lado dos canteiros fechando o transito.
clip_image004
No horário de maior movimentação, entre 10h e 12h, quando os veículos começam a circular para receber mercadorias e o embarque de passageiros, a situação fica ainda mais caótica. Motoristas perdem tempo esperando que veículos sejam retirados ou que mercadorias sejam embarcadas para liberar o transito. Parece que tudo isto é invisível aos olhos das autoridades que ignoram esta situação e nada fazem para resolver este problema que a população reclama há muitos anos sem que surja uma solução. O terminal de passageiros, construído há dez anos, era a esperança de que fosse uma alternativa de superação destes problemas servindo de local para estacionamento de veículos de passageiros vindos da zona rural e municípios vizinhos, mas está ociosa e não serviu para esta finalidade, pois estes veículos nem passam por lá. Apenas os ônibus intermunicipais usam este terminal. Muitos comerciantes reclamam de que os veículos estacionados, enfrente ao comercio, dificultam o acesso dos clientes e escondem as fachadas das lojas. Alguns comerciantes chegam a colocar cones na tentativa de liberar as frentes de seus comércios, mas logo estes espaços são invadidos, pois é muito grande a disputa por uma vaga para estacionamento no centro comercial de Cruz. Uma esperança da população é de que o novo prefeito resolva esta situação, mas até o presente nenhum candidato apresentou proposta relacionada a este problema. Pelo visto, vamos ter que conviver com esta realidade por mais alguns anos.
Dr. Lima

Nenhum comentário: