segunda-feira, julho 29, 2013

Guimarães é recebido pelo papa e pede reabilitação de Padre Cícero


 
guimaraes_papa
O líder do PT na Câmara, deputado José Guimarães (CE), foi recebido pelo papa Francisco na segunda-feira (22) e solicitou ao sumo pontífice a reabilitação de Cícero Romão Batista, o Padre Cícero.
Além de uma carta solicitando a reabertura do processo de reabilitação, Guimarães entregou ao papa três relíquias de Padre Cícero: uma estátua, um terço e uma publicação com a vida de Padre Cícero narrada em versos. O deputado se disse satisfeito com a receptividade do papa em relação ao pleito que ele levou em nome dos fiéis do Cariri e de todo o Nordeste.
“Ele foi atencioso e acolhedor, nos recebeu sorrindo e agradeceu a nossa solicitação. Disse a ele que, por tudo que Padre Cícero significou e significa para o povo nordestino, cearense, do Cariri e especialmente de Juazeiro do Norte, a Igreja precisa fazer essa reparação”, informou Guimarães.
Apesar de ter recebido da Santa Sé o título de clérigo insubordinado, Guimarães acredita que Padre Cícero merece a reabilitação em função da fé demonstrada pelos cerca de dois milhões de romeiros que visitam anualmente Juazeiro do Norte para renovar seus votos e sua crença.
“O Brasil tem uma dívida histórica e precisa resgatar a figura do padre Cícero Romão Batista diante da Igreja Católica. Ele é uma referência da religiosidade cearense e nordestina e teve um legado umbilicalmente ligado à Igreja, sempre fazendo a opção pelos simples e pelos pobres. Sabedores que Vossa Santidade tem um vínculo muito forte com a justiça social, aguardamos ansiosos uma sinalização positiva a respeito do tema”, diz a carta entregue por Guimarães ao papa Francisco.
Diplomacia – O deputado participou da solenidade de recepção ao papa e elogiou o discurso da presidenta Dilma Rousseff. “Ela se mostrou uma líder e estadista e o seu discurso atesta que o seu governo e o Brasil possuem afinidade e estão em sintonia com o pensamento progressista do papa, de defesa dos mais humildes e da juventude, que está nas ruas em todo o mundo cobrando mudanças. A presidenta e a diplomacia brasileira se mostram à altura da escolha do papa de eleger o Brasil como primeiro destino internacional do seu papado”, ressaltou Guimarães. A visita do papa ao Brasil segue até o dia 28.

Nenhum comentário: